Home | Exames | E: | Endoscopia digestiva alta

Endoscopia digestiva alta

Tamanho da fonte: Decrease font Enlarge font
image

publicidade

A endoscopia digestiva alta ou esofagogastroduodenoscopia é um exame realizado por um médico especialista para observar a parte alta do aparelho digestivo – esófago, estômago e duodeno.

O aparelho utilizado para realizar o exame é o endoscópio. Este aparelho tem na extremidade um tubo flexível com uma luz e câmara para permitir observar o percurso deste.

O exame permite fazer diagnósticos como úlcera do estômago ou duodeno, tumores, esofagite (infecção do esófago), varizes, visualizar a causa dos sintomas como a disfagia (dificuldade em engolir), odinofagia (dor ao engolir), azia, má digestão, etc. Também é utilizado na extracção de corpos estranhos, dilatação de estenoses (apertos), biópsia, etc.

 

Preparação para o exame

A preparação pode variar um pouco entre as instituições. Quando se marca os exames que necessitam de preparação, esta é fornecida na altura.

Em geral, as indicações são:

- Não comer nem beber 8 horas antes do exame, para o estômago estar vazio, facilitar a visualização e evitar o vómito.

- Se tiver que tomar algum medicamento, deve ser feito com o mínimo de água.

- Avisar o médico dos medicamentos que toma. Há alguns que devem ser suspensos alguns dias antes.

- Se a endoscopia for feita no bloco operatório, deve ir acompanhado de alguém que o leve a casa.

 

Indicações para a realização do exame

O médico pode pedir o exame em algumas situações:

- Náuseas, vómitos, expelir sangue pela boca (vermelho vivo) ou nas fezes (fezes cor borra de café).

- Dor abdominal e azia.

- Disfagia, odinofagia.

- Extracção de corpos estranhos, dilatação de estenoses, biópsias.

- Avaliar a cicatrização de uma úlcera ou de um pólipo extraído.

- Esclarecer uma imagem duvidosa de um RX.

 

Realização do exame

O exame é geralmente realizado com a pessoa deitada sobre o lado esquerdo. O médico coloca um spray ou gel anestésico na boca ou na ponta do tubo flexível. Introduz um bocal entre os dois maxilares para evitar a mordedura da sonda e de seguida é inserido o tubo na boca até ao local a estudar. O médico pode pedir para engolir porque facilita a entrada da sonda. O procedimento é incomodativo, não provoca dor e demora em geral dois minutos, se não for necessário realizar biópsia.

A pessoa consegue respirar bem se não se enervar, mantiver movimentos respiratórios calmos e profundos.

Vinte minutos após o exame não deve comer ou beber porque ainda há uma falta de sensibilidade devido ao anestésico.

A endoscopia além de permitir fazer diagnósticos, também é terapêutica. Permite realizar procedimentos como biópsia, extracção de pólipos ou tratar lesões sangrantes na altura, sem ser necessário marcar novo exame.

Durante o exame, se o médico observar na mucosa alguma lesão suspeita, é retirada na altura uma pequena porção de tecido para mandar analisar (biópsia). Esta recolha é feita com uma pinça própria que é introduzida num local adequado do aparelho. É indolor, apesar de algumas pessoas referirem que sentiram um ligeiro beliscão.

Se o médico observar um pequeno crescimento anormal na parede de mucosa (pólipo) que pode ou não estar sangrante na altura, procede à sua remoção durante o exame.

Algumas pessoas não toleram a sonda pelo que o médico pode optar por realizar o exame no bloco operatório, com sedação. O medicamento administrado tem efeito de curta duração, a pessoa vai para casa no próprio dia.

 

Complicações do exame

As complicações são raras, no entanto podem ocorrer:

- Se não cumprir as horas de jejum, pode haver o risco de vómito e este ir para os pulmões.

- Sangramento (hemorragia) após a biópsia ou extracção do pólipo. O médico estanca em geral na altura do exame.

- Muito raro – perfuração da mucosa.

Se após o exame apresentar febre, vómitos, dor abdominal intensa, dificuldade em engolir ou abdómen duro e distendido, deve procurar o médico de imediato.

É um exame que provoca desconforto mas permite um bom diagnóstico, além de ser terapêutico.


Referencias: Manual de Enfermagem: Exames Laboratoriais e Diagnósticos - Editora - Editora Nova Guanabara

 

Última atualização desta página:

Poderá querer ler também sobre
      

publicidade

   

Faça o seu comentário

Cleiton on 07/02/2010 12:25:43
avatar
Gostaria de saber por que na endoscopia digestiva, em alguns casos o paciente faz vomitando e em outros casos não. Pois tem pessoas que vomitam devido a entrada da sonda. Isso é normal ou é por que pode ser o endoscópio menos moderno?
Thumbs Up Thumbs Down
-1
Maria Oliveira on 03/03/2010 20:37:54
avatar
Cleiton é normal algumas pessoas vomitarem. A mesma pessoa pode vomitar num exame e não em outro feito com o mesmo aparelho. Depende da pessoa, disposição do dia, etc.
Thumbs Up Thumbs Down
0
miguel on 11/05/2010 11:59:12
avatar
gostaria de saber o percurso q faz o endoscópio dentro do nosso corpo até chegar no estômago...
Thumbs Up Thumbs Down
3
ana paula on 13/05/2010 21:39:57
avatar
gostaria de saber se minha filha q tem 2 anos e 10 meses poderá fazer endoscopia?o médico já me avisou q irá pedir,devido a dores fortes abdominais.quais são os preparativos p essa situação?e se há algum risco?
Thumbs Up Thumbs Down
-4
vanucelia felix de souza on 18/05/2010 23:12:52
avatar
então eu fiz o esame e o que conseguir ler é que pangastrite enantemática moderada bulboduodenite o teste de urease POSITIVO tenho que procura o medico com urgençia
Thumbs Up Thumbs Down
0
janaina carneiro on 12/01/2011 16:09:13
avatar
O QUE É BULBODUODENITE MODERADA?
O QUE CALSA ESSA DOEÇA?
TEM CURA, PODE OPERAR?
O TRATAMENTO PODE SER FEITO ATRAVEZ DE MEDICAMENTO NATURAL
Thumbs Up Thumbs Down
-1
Maria Oliveira on 12/01/2011 20:55:01
avatar
Janaina, quando a infecção do estômago (gastrite) atinge a primeira parte do intestino (duodeno, chama-se bulboduodenite. Na maioria das vezes é devido à grande acidez do suco do estômago.
O tratamento é feito com dieta e medicação específica para cada caso. Deve consultar um gastroenterologista.
Thumbs Up Thumbs Down
1
Elisabete santos on 17/02/2011 10:19:30
avatar
Eu já fiz duas endoscopia alta e não me custou não se tem dores,como sou celiaca tenho de fazer ,temos de estar calmos a minha medica é espectacular tem muita paciência quando esta a fazer o exame.
Thumbs Up Thumbs Down
0
alguem on 04/03/2011 23:41:06
avatar
O exame feito em Portugal e muito ruim ,está muito atrasado.pois fiz endoscopia a 15 anos e fui sedada , e não fui para um bloco operatório foi feito mesmo numa clínica particular e a medica deu um sedativo na veia juntamente com buscopan,e depois que passou o spray na garganta e eu nem sentir nada. fiz aqui esse ano de 2011 foi horrível so colocarão o spray na garganta isso esta muito atrasado.
Thumbs Up Thumbs Down
0
Inah Goldoni on 29/06/2011 02:23:48
avatar
Queria saber se é necessario fazer uma colonoscopia se a pessoa fez a 3 anos?
Thumbs Up Thumbs Down
0
1 2 next 15 1 - 10
  • email Enviar a um amigo
  • print Versão p/ impressão
  • Plain text Texto
  • Plain text Acompanhe o Conhecer Saude no Twitter




Info do(a) Autor(a)
image , concluiu Curso Superior de Enfermagem em 1996 e a Licenciatura em Enfermagem em 2001. Fez em 2003 o Curso Inicial de Formadores e renovou em 2008. Editora do Conhecer Saúde.
Health On the Net Foundation


Publicidade